ASSINE a Petição e faça a diferença!

Ao inserir seus dados, você concorda em ter seus dados compartilhados com os organizadores dessa página e aceita receber emails de atualização, conforme descrito na política de privacidade. Você pode cancelar o recebimento desses e-mails a qualquer momento.

Já apoiaram esta causa.

PELA TRANSFERÊNCIA DO ELEFANTE SANDRO PARA O SANTUÁRIO DE ELEFANTES BRASIL

Sandro é um elefante asiático de 50 anos de idade que vive há 30 anos no Parque Zoológico Municipal "Quinzinho de Barros", na cidade de Sorocaba, São Paulo.
Sandro dividia o recinto com a fêmea asiática Raysa, que faleceu em 2020 devido a diversos problemas de saúde, ainda sem explicações. Após a morte de Raysa, em dezembro de 2020, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Sorocaba decidiu pela destinação de Sandro a um local melhor capacitado. Na mesma época, o promotor do Ministério Público do Estado de São Paulo em Sorocaba, Dr. Jorge Marum, emitiu uma Recomendação apoiando a transferência de Sandro para o Santuário de Elefantes Brasil (SEB).

O SEB comunicou a equipe da Secretaria do Meio Ambiente de Sorocaba que tem o desejo e a capacidade para receber Sandro. No segundo semestre de 2021, após a análise das propostas do Zoológico do Rio e do Santuário de Elefantes Brasil, a comissão técnica da Secretaria do Meio Ambiente de Sorocaba, demonstrando profundo desconhecimento sobre elefantes e sobre a estrutura das instituições envolvidas, opinou a favor da transferência de Sandro para o Zoológico do Rio de Janeiro.

Se você acha que o melhor lugar para Sandro é o Santuário de Elefantes Brasil, e não o Zoológico do Rio de Janeiro, assine a petição e pressione os responsáveis enviando um e-mail.

Sandro não merece ser transferido de um zoológico para outro zoológico, sendo que ele tem a chance de viver com outros elefantes no SEB (Santuário dos Elefantes Brasil). Após 5 décadas vivendo em cativeiro, Sandro pode ter uma nova chance no Santuário de Elefantes.



SOBRE O SANTUÁRIO DOS ELEFANTES BRASIL

• O SEB é o único local no Brasil com condições adequadas para receber, cuidar e recuperar elefantes de cativeiros inadequados como os zoológicos.

• O SEB possui centenas de milhares de metros quadrados de floresta, riachos, lagoas e vegetação natural para os elefantes exercerem sua autonomia ao contrario dos outros cativeiros no Brasil que, infelizmente, não podem e não conseguem oferecer o mínimo que os elefantes necessitam.

• Sandro dividirá um amplo recinto outros elefantes machos da sua espécie, igualmente ocorre na natureza. Machos e fêmeas só se encontram para reprodução em vida livre, forçar uma convivência constante entre machos e fêmeas em cativeiro é uma grande violência contra ambos os animais.

• O SEB é o único lugar no Brasil que conta com equipe exclusiva e especialista em elefantes com suporte 24h por dia.